Para receber atualizações e novidades:

Blog

6 dicas de como decorar um espaço pequeno sem deixá-lo poluído:

24 de Agosto de 2018 Kalinka Carvalho

Mesmo com poucos metros quadrados é possível deixar sua casa linda e funcional

 

Já ouviu aquela expressão “é que nem coração de mãe”, onde sempre há espaço para mais um? Pois é, essa é a definição que muitos moradores de imóveis pequenos dão quando falam sobre a decoração dos cômodos.

Isso porque a maioria desafia a lógica matemática ao tentar incluir diferentes objetos decorativos em locais que chegam a possuir menos de 50 metros quadrados. Camas, mesas, estantes, prateleiras, armários, vasos, entre outros. A lista é grande demais para um espaço pequeno.

Assim, é comum entrar em casas com pouca metragem e ter aquela sensação de aperto. Um passo mal dado e você corre o risco de esbarrar em alguma prateleira ou então de tropeçar em uma cadeira ou poltrona.

É preciso ter planejamento e inteligência para decorar espaços pequenos. Conceitos geométricos como ângulos e linhas precisam estar em evidência para dar noção de profundidade – auxiliando a distribuição dos móveis e melhorando a percepção dos visitantes.

Confira algumas dicas de decoração para casas e apartamentos pequenos, garantindo que o espaço tenha a qualidade estética que você deseja, mas que também permita a livre circulação dos moradores e dos visitantes.

 

 

1. Expanda o espaço com as paredes

Apartamentos e casas pequenas podem não ter muito espaço horizontal, mas isso não significa que não tenha na vertical. As paredes podem – e devem – ser utilizadas como importante elemento de decoração.

Elas podem ser um suporte para prateleiras e estantes, úteis não só para guardar alguns objetos pessoais, mas também para estimular a criatividade com itens que decoram o ambiente e deixam sua marca no local.

Você também pode optar por alguns quadros ou fotografias para criar um clima mais intimista em alguns cômodos. Também pode utilizar alguns espelhos, que aumentam a sensação de espaço no recinto.

 

 

2. Una o útil ao agradável em relação à mobília

Uma casa grande pode apostar, por exemplo, em itens decorativos grandes, cheios de pompa, que possuem apenas função estética. Não é o caso de apartamentos com pouca metragem. Neles, cada centímetro deve ser valorizado.

Assim, os móveis e todos os objetos que você colocar nos cômodos precisam ser funcionais. Na cozinha, por exemplo, os próprios talheres e canecas podem servir como decoração e, ao mesmo tempo, abrir espaço em gavetas. 

Na sala, uma estante combinada com o painel da televisão mantém a organização do ambiente e abre espaço para a circulação das pessoas no local. No quarto, a cama pode ser embutida com o armário, criando um efeito decorativo importante.

 

 

3. Valorize a iluminação e as cores claras

Uma das principais dicas para melhorar a sensação de espaço em um imóvel pequeno é utilizar cores claras na pintura e nos móveis, além de favorecer a circulação de iluminação natural em todos os cômodos.

Cores como branco, bege e tons suaves de azul nas paredes dão sensação de amplitude e, com a demarcação das linhas e ângulos, visualmente ampliam os cômodos. Mas é preciso organizar os móveis de forma que essa pintura possa se destacar.

Além disso, busque utilizar janelas grandes e portas de correr na casa ou apartamento. Essa atitude permite uma maior iluminação natural da casa, reforçando a leveza do ambiente. Lugares escuros aparentam ser menores do que realmente são.

 

 

4. Recorra à móveis planejados

São caros, demoram para serem fabricados e exigem um planejamento grande por parte dos moradores. Mesmo assim, os móveis planejados são essenciais para quem deseja decorar propriedades com poucos metros quadrados.

Isso porque o projeto vai levar em conta suas necessidades de acordo com o tamanho exato do imóvel. Ou seja, o profissional responsável consegue desenhar soluções que solucionam o problema de pouco espaço e, ao mesmo tempo, combinam com a casa.

O segredo é justamente saber aproveitar os cantos e ângulos de cada cômodo. Quando bem planejado, os móveis feitos sob medida conseguem ser funcionais e ocupam lugares da casa que sequer imaginávamos antes.

 

 

5. Só decore com peças que realmente combinam com o local

Morar em uma propriedade pequena certamente exige e treina das pessoas a capacidade de decisão e escolha. Nessas situações é praticamente impossível ter todos os objetos que você deseja na decoração de sua residência.

 

Portanto, escolha apenas os itens que realmente combinam com o ambiente e que seja importante para você – os demais devem ser guardados ou até mesmo se desfazer deles. Não há espaço para acolher coisas que pouco acrescentam.

 

Mas se ainda assim persistir a dúvida, escolha as peças grandes em menor quantidade em detrimento das pequenas em grande número. É preferível ter poucos itens que ocupam algum espaço do que muitos objetos espalhados pelos cômodos.

 

6. Pesquise bem antes de comprar os móveis

Apartamento não precisa ser sinônimo de “apertamento”. Mesmo com poucos metros quadrados, é possível viver bem e com conforto. Basta ter um pouco de planejamento e identificar os itens adequados para sua realidade.

Hoje, diversos móveis e objetos decorativos são planejados para residências com poucos metros quadrados. É uma tendência cada vez maior não só nas grandes cidades, mas também nas pequenas.

Com atenção, é possível encontrar cadeira eames, sofás, banquetas, armários e estantes na medida certa para deixar a casa com a sua cara e sem atrapalhar a circulação das pessoas em seu interior.

 

Post feito em parceria com Elegancy Design

Assinatura