Para receber atualizações e novidades:

Blog

Entrevista com a personal organizer Adriana Saade

16 de Fevereiro de 2015 Kalinka Carvalho
 
Olá Pessoal! Hoje é dia de entrevista!!!
 
A convidada de hoje é Adriana Saade. Ela é uma simpatia de pessoa e tive a honra de conhecê-la um pouco antes de vir para os Estados Unidos, na 1ª Conferência Internacional de Profissionais de Organizaçãoe o mais interessante é que quem nos apresentou foi meu ex-professor Alessandro Saade, que é marido dela. Esse mundo é realmente muito pequeno. Ela conta tudinho sobre a sua trajetória até se tornar personal organizer, além de dar algumas dicas importantes. Espero que gostem da entrevista!
 
 
 
Adriana cursou Comunicaçāo Social com formaçāo em Marketing. Durante anos trabalhou em uma rede de lojas de materiais de construção, permitindo o contato com construtoras e arquitetos diariamente. Em 1998 começou a trabalhar com eventos sociais, fez diversos cursos e se especializou na área de organização de casamentos. Passados 10 anos, uma viagem para os Estados Unidos despertou sua curiosidade em conhecer a profissāo de Personal Organizer. Hoje ela é membro fundadora da ANPOP (Associaçāo Nacional dos Profissionais de Organizaçāo e Produtividade) e com certificaçāo na NAPO (National Association of Professional Organizers) dos Estados Unidos e atua a 6 anos no mercado. 
 
 
 
 
1) Kalinka: O que é um personal organizer?
Adriana: Personal Organizer é o profissional capacitado para organizar as diversas áreas de uma residência, de um escritório ou até mesmo de uma pessoa.
 
2) Kalinka: Como funciona o trabalho de um personal organizer?
Adriana: O trabalho é desenvolvido inicialmente junto ao cliente, na entrevista para saber quais as necessidades da casa ou do escritório. O Personal pode trabalhar por dia ou por projeto. Isso será avaliado depois dessa primeira entrevista.
 
3) Kalinka: Quem são as pessoas que precisam de uma personal organizer?
Adriana: Contratar um Personal Organizer não é um luxo. Hoje em dia as pessoas estão sem tempo e precisam terceirizar muitos serviços. Os “bagunceiros” que não conseguem de jeito nenhum colocar ordem em suas coisas, são nossos maiores clientes. Bem como os acumuladores, os compradores compulsivos ou até mesmo os recém casados, os que estão indo morar sozinhos, os que estão mudando de endereço. Muitas pessoas podem contratar um Personal Organizer.
 
4) Kalinka: A quanto tempo você trabalha como personal organizer? Por que resolveu ser personal organizer? O que mais gosta de organizar?
Adriana: Depois de trabalhar por mais de 10 anos como Wedding Planner, decidi dar uma virada profissional. Fiz cursos, me especializei, fiz estágios e me encontrei como Personal. É uma delícia ajudar as pessoas a tornarem seu dia a dia mais fácil, mais prático. Particularmente, gosto muito de trabalhar com acumuladores e com mudanças. São trabalhos grandes e de muito envolvimento. Gosto também de organizar documentos de home office. Nessa época então, preparação do Imposto de Renda, pra mim é uma delícia!
 
5) Kalinka: O que é necessário para se tornar uma personal organizer?
Adriana: Não basta gostar de organizar coisas para se tornar um profissional da área. É preciso estudar, pesquisar o mercado, conhecer produtos, ler muito e participar de encontros que abordem o tema.
 
 
6) Kalinka: Onde atua o personal organizer? Há mercado para a profissão? Como é cobrado o valor?
Adriana: O Personal atua em diversas áreas. Organizando residências (armários, coleções, treinando funcionários), organizando escritórios (documentos, agendas diárias, e-mails, arquivos digitais). O mercado cresce a cada dia no Brasil e isso faz com que oportunidades apareçam. É possível cobrar por dia ou por pacote. Tudo depende da região em que a profissional atua e do tipo de trabalho a ser desenvolvido.
 
7)  Kalinka: Cite 3 coisas boas e 3 ruins de ser uma personal organizer?
Coisas boas:
- Proporcionar bem estar aos clientes;
- Conhecer pessoas e aprender com suas histórias;
- Realizar-se como profissional e como ser humano.
Coisas ruins:
- Cansaço físico (dependendo do tipo do trabalho);
- Teimosia de alguns clientes, que não aceitam suas sugestões e com isso comprometem a entrega do trabalho;
- Algumas vezes, mesmo com experiência, cobrar errado.
 
8) Kalinka: Dê alguma dica de organização ou conselho para nossos leitores:
Adriana: Uma dica que sempre dou é “tenha paciência com seus clientes”. Quando alguém nos contrata, é porque provavelmente chegou ao seu limite máximo de bagunça. Esse cliente precisa ser ouvido, entendido, aconselhado. Calma... Muita calma nessa hora!
 
9) Kalinka: Indique algum produto de organização que acha essencial ter:
Adriana: Para a Personal Organizer é essencial ter uma etiquetadora. Parece bobagem, mas alguns profissionais ainda não tem uma.
 
 
Para conhecer o trabalho da Adriana e contratá-la, segue abaixo os contatos:
 
Adriana Saade
Tel: (11) 3805-3425 / 9.9917-6463
 
 
Para ler o post de como se organizar para declarar o imposto de renda que fiz o ano passado, clique aqui. Se precisar contrate os serviços de Adriana Saade. 
Assinatura