Para receber atualizações e novidades:

Blog

Entrevista com a personal organizer Barbara Volnei

29 de Junho de 2015 Kalinka Carvalho

A convidada de hoje é Bárbara Volnei, ela é sócia pioneira da ANPOP - Associaçāo Nacional de Profissionais de Organizaçāo. Ela trabalhou por vários anos em multinacionais, desenvolvendo trabalhos nas áreas Comercial e RH, elaborando e implantando projetos de capacitação e desenvolvimento das competências profissionais.

 

Bárbara Volnei é Graduada em Administração de Empresas, pós-graduada em Recursos Humanos e especialista em Organização Residencial e Empresarial. É casada e mora em Brasília e também atua como projetista de móveis planejados. Atuando como Personal Organizer, desenvolve métodos de organização para ambientes residenciais e empresariais e ministra palestras e workshops em várias cidades do Brasil e no Exterior. Através da organização, busca proporcionar mais qualidade de vida e produtividade para as pessoas e as empresas. 

 

1. Kalinka: O que é uma personal organizer?

Bárbara: Personal Organizer (P.O.) é um profissional dotado de técnicas específicas para auxiliar pessoas e empresas a organizarem seus espaços físicos e rotinas pessoais, proporcionando através da organização uma vida mais produtiva e funcional.

 

2. Kalinka: Como funciona o trabalho de uma personal organizer? 

Bárbara: O P.O. é um consultor em organização e o seu trabalho começa em entender qual a necessidade de organização de cada cliente, montando projetos personalizados que venham a atender de forma assertiva o que eles precisam. Tudo começa com a Visita Técnica, onde através de uma entrevista, levantamos os dados referentes a aquele local, podendo assim sermos mais objetivos na solução dos problemas referente a espaço, arquivamento e distribuição de materiais.

 

3. Kalinka: Quem são as pessoas que precisam de uma personal organizer?

Bárbara: Acredito que a maioria das pessoas precisam de uma P.O. (rs). Devido as várias atividades hoje em dia, não são todos que conseguem conciliar com primor suas atividades pessoais e profissionais. Ai é onde entra a necessidade do nosso trabalho, em auxiliar aqueles que não dispõem de tempo ou habilidade para manterem suas vidas fluindo de forma organizada e produtiva.

 

4. Kalinka: A quanto tempo você trabalha como personal organizer? Porque resolveu ser personal organizer? O que mais gosta de organizar?

Bárbara: Trabalho desde 2010 exclusivamente com organização. Sempre amei organizar e olhando para trás vejo que em vários momentos da vida auxiliei pessoas e organizei empresas de amigos, sem saber que no futuro isso seria a minha profissão. Eu não sabia que existia um profissional voltado para este ofício. Quando descobri que tinha um curso na área, me especializei e comecei organizar residências e empresas. A partir de uma certa época, comecei a receber convites para ministrar palestras e workshops em várias cidades do Brasil e em alguns países da Europa (Itália, Portugal e Espanha). Tenho gravado dicas para alguns canais de TV e escrevo para algumas revistas. A princípio entrei na profissão pensando que só iria organizar espaços físicos, e hoje me identifico mais com a parte do ensino. Por isso devemos estar sempre atentas Consultoria em Organização Residencial e Empresarial www.barbaravolnei.blogspot.com.br às oportunidades que surgem, pois podem ser novos nichos de trabalho que nos levem a galgar novas oportunidades profissionais.

Foto do Arquivo Pessoal da Bárbara

 

5. Kalinka: O que é necessário para se tornar uma personal organizer?

Bárbara: Para se tornar uma personal organizer, acredito que em primeiro lugar você tenha que ter vocação. Amar organizar e entender o propósito do trabalho, que vai muito além de colocar as coisas nos lugares, que é a transformação da vida de pessoas, famílias e empresas. Em segundo lugar, se especializar, buscar se aperfeiçoar e fazer cursos na área para se formalizar e não trabalhar de forma amadora. Estar sempre buscando novas formas de otimizar a vida dos clientes e ser um bom ouvinte para poder criar soluções eficazes na execução do trabalho.

 

6.Kalinka: Onde atua o personal organizer? Há mercado para a profissão? Como é cobrado o valor?

Bárbara: O profissional em organização pode atuar tanto em residências quanto em empresas. Há um bom mercado em expansão e muito promissor. O trabalho pode ser cobrado por hora, diária ou projeto. A forma depende do tipo/tempo/demanda do trabalho a ser executado. Existem várias áreas em que o P.O. pode atuar, o importante é o profissional focar naquilo que é bom e se especializar. Às vezes um grande portfólio pode mais atrapalhar do que ajudar. Segmentar o seu mercado de atuação ajuda a ter um público alvo para atuar de forma mais objetiva.

 

7. Kalinka: Cite 3 coisas boas e 3 ruins de ser uma personal organizer?

Bárbara: Lado bom: 1- Sinto um prazer enorme na execução do trabalho. É uma satisfação pessoal em colocar as coisas no lugar. 2- Ver que é um trabalho que traz resultado. 3- Poder auxiliar famílias e empresas e mudarem seus comportamentos, e usar a organização como um instrumento de transformação na vida das pessoas é algo que me alegra imensamente. Amo este trabalho! Lado ruim: Ver que muitas pessoas são acumuladoras ou sofrem de desorganização crônica e não estão dispostas a mudar ou pedir ajuda profissional.

 

8. Kalinka: Dê alguma dica de organização ou conselho para nossos leitores:

Bárbara: A dica de organização que eu posso dar é: Tudo deve ter uma “casinha” para morar. Devemos ter em nossa casa e em nosso trabalho, um lugar para tudo o que temos. Quando cada objeto tem um lugar para “morar”, não há desorganização.

 

9. Indique algum produto de organização que acha essencial ter:

Bárbara: São três produtos que gosto muito e que na maioria dos meus projetos os clientes adquirem são:

1- Agenda: ela nos auxilia a gerir melhor nosso tempo e nos tornar pessoas mais pontuais. Este é o um dos primeiros instrumentos para uma vida mais organizada.

2- Cestinhas plásticas transparentes, pois podem ser utilizadas na organização de vários ambientes da casa.

3- Etiquetadora manual, pois ela ajuda a identificar caixas, pastas, etc, facilitando assim encontrar aquilo que precisamos.

 

Para você conhecer o trabalho dela: 

www.barbaravolnei.com.br 

Facebook 

Twitter

Instagram

You tube

Assinatura