Para receber atualizações e novidades:

Blog

Entrevista com a personal organizer: Carolina Martins

06 de Março de 2017 Kalinka Carvalho

No entrevista com a personal organizer de hoje recebo Carolina Martins, sou muita fā do trabalho dela, infelizmente ainda nāo nós conhecemos pessoalmente, mas iremos nos conhecer em breve. Ela é uma simpatia de pessoa e assim como eu quer levar a organizaçāo para a casa e a vida das pessoas, entāo vamos conhecer um pouco mais sobre a vida e trajetória da Carol.  

 

Carolina Martins resolveu no ano de 2010 fundar a Arte de Organizar com o  propósito de facilitar a vida e o dia a dia de quem não tinha tempo, ou quem precisaca de um help na hora de colocar a mão na massa e deixar tudo organizadinho. Pesquisou e fez cursos específicos e se profissionalizou como "Personal Organizer". Ela se encantou ao ver a necessidade dos americanos em utilizar o serviço da Profissional da Organização e se sentiu muito à vontade e confiante para que no Brasil muitos vissem como é importante uma ajudinha profissinal na hora de organizar uma mudança ou para colocar a casa em ordem e a partir daí, pensou em todas as possibilidade para profissionalmente levar a organização para todos que desejam. 

 

1) Kalinka: O que é uma personal organizer? 

Carolina: Personal Organizer é uma facilitadora  que ajuda a resolver problemas relacionados a organização de forma fácil e esclarecedora, tornando a rotina mais simples e direcionada para o dia a dia de cada pessoa.

 

 

2) Kalinka: Como funciona o trabalho de uma personal organizer?  

Carolina: Uma Personal Organizer trabalha de forma direcionada e exclusiva para cada pessoa, mas a primícia do trabalho da profissional da organização é extinguir o caos da bagunça e entender a real necessidade do cada cliente.

 

 

3) Kalinka: Quem sāo as pessoas que precisam de um personal organizer? 

Carolina: Toda pessoa que quer se organizar e nāo consegue sozinha. 

 

 

4) Kalinka: A quanto tempo você trabalha como personal organizer? Porque resolveu ser personal organizer? O que mais gosta de organizar? 

Carolina: Comecei a trabalhar como Personal Organizer em 2010, descobri a profissão de Profissional da Organização em uma viagem para NY em 2008 quando a profissão estava acontecendo nos Estados Unidos, fiquei encantada em conhecer um trabalho que voce era capaz de ajudar pessoas nos mais diversos problemas, lembro que na época falei com uma personal organizer que é especialista em Luto, ou seja ela so fazia organização direcionada para famílias que haviam perdido alguém, e a forma de trabalho dela era encantadora porque ela tirava o peso das pessoas em mexer em coisas que so trariam lembranças e fazia daquele momento algo leve, com um incirvel profissionalismo e capacitação, lembro que fiquei encantada com a forma que ela falava da profissão. Voltei para o Brasil com a incrível ideia de que um dia seria uma personal organizer, mas não tinha coragem para começar, até porque era uma advogada, minha familia no mínimo me mataria se eu contasse que largaria tudo para "arrumar armário” mas me encorajei, voltei para os Estados Unidos em 2009 fiz um curso maravilhoso, e em 2010 descobri o que mais me faria feliz, e ai surgiu a Arte de Organizar. gosto muito de organização residencial.

Fonte: Arquivo Pessoal Carolina Martins

 

 

5) Kalinka: O que é necessário para se tornar uma personal organizer?

Carolina: Capacitação e desejo.

 

 

6) Kalinka: Onde atua o personal organizer? Há mercado para a profissāo? Como é cobrado o valor?

Carolina:   O Personal Organzier atua onde for solicitado, o nicho é enorme, de casa, a escritorio, a deposito de loja, farmacia, hospital, todos os estabelecimentos sejam eles públicos ou privados precisam de organização. O valor geralmente é cobrado por hora, mas é também possível montar um pacote com preço fixo, tudo descrito e combinado em contrato que deve ser feito para cada cliente.

 

 

7) Kalinka: Cite 3 coisas boas e 3 coisas ruins de ser personal organizer? 

Carolina:  Boas - Liberdade, empreendedorismo, Possibilidades infinitas .

Ruins- falta de ética de alguns profissionais,  profissão ainda informal, não respeitada e valorizada por quem não entende a necessidade de se contratar uma Profissional da Organização, 

falta de um artigo na CLT (consolidações da Leis do Trabalho) que legalize o serviço para que possamos contratar funcionários de acordo com a profissão que exercem.

 

 

8) Kalinka: Dê alguma dica de organizaçāo ou conselho para nossos leitores: 

Carolina: Para ser uma pessoas organizada crie hábitos que tornem sua rotina menos desgastante, para a organização funcionar, guardar precisar ser mais fácil do que tirar do lugar.

  

Fonte: Arquivo Pessoal da Carolina Martins

 

 

9) Kalinka Indique alguns produtos de organizaçāo que você acha essencial ter? 

Carolina:  cestinhas organizadoras  e gabarito de medida

 

Veja os vídeos da Carol em sua canal do you tube: 

 

A Carol já apareceu aqui no blog no post 10 personal organizers com blogueiras, ela ajudou a Niina Secrets. 

 

www.artedeorganizar.com.br

Email: contato@artedeorganizar.com.br

Facebook

Instagram 

Youtube 

Snap: ArteEMorganizar

 

Assinatura