Para receber atualizações e novidades:

Blog

Entrevista com a personal organizer Débora Monique

27 de Novembro de 2015 Kalinka Carvalho

Hoje tem mais uma entrevista com a personal organizer. É muito bom conhecer as histórias e ver como sāo diferentes. A convidada de hoje é Débora da Organizup, eu acompanho o trabalho dela a muito tempo e ela é uma simpatia de pessoa, além de uma excelente profissional. Vamos saber um pouquinho de como ela se tornou personal organizer, e tem mais ela também é coaching. 

 

 

Débora é membro fundadora da Associação Nacional de Profissionais de Organização e Produtividade - ANPOP – É proprietária da empresa  OrganizUp – Organização em Amplo Sentido onde atua como Consultora de Organização, Coach e Palestrante aplicando novos métodos e conceitos através da arte da organização e das técnicas de Coaching para estimular seus clientes a ir além é agir no sentido certo para melhorar e aprimorar seu desenvolvimento pessoal e de carreira. Seu lema é: "Só existe organização física se o seu interior estiver equilibrado"

 

1) Kalinka: O que é uma personal organizer?

Débora: O Personal Organizer é um profissional que tem o intuito de organizar espaços, tarefas empresariais e domésticas com o objetivo de aumentar a praticidade, agilidade, economia, produtividade e bem estar dos seus clientes e é claro respeitando o espaço físico, estilo de vida de cada um.

 

2) Kalinka: Como funciona o trabalho de uma personal organizer?

Débora: Ser personal organizer hoje está além de organizar gavetas e armários. A carreira vem crescendo muito e deve ser bem administrada.

 

3) Kalinka: Quem são as pessoas que precisam de uma personal organizer?

Débora: Sendo organizado ou não todos precisamos de um personal para nos orientar e  ajudar com nossas bagunças fisicas. Porém no futuro essa profissão será bem mais do que arrumar arquivos e armários. Nos personais mudamos a vida das pessoas, dando a elas mais qualidade de vida e uma visão mais prática e leve de se viver a vida.

 

4) Kalinka: A quanto tempo você trabalha como personal organizer? Porque resolveu ser personal organizer? O que mais gosta de organizar?

Débora: Desde 2009! A OrganizUp surgiu na minha vida a partir da minha necessidade pessoal de fazer algo dinâmico no dia-a-dia. Não que meu trabalho como Advogada fosse algo que não amasse fazer, muito pelo contrário, por que hoje mantenho as duas profissões paralelamente e também tenho a terceira que é o Coach de Carreira e Vida Pessoal, mas eu queria mais, queria preencher o meu tempo com algo que me fizesse relaxar e ajudar as pessoas ao mesmo tempo. Comecei a notar que alguns dos meus clientes na área de Direito e amigos onde sem muito tempo disponível de organizar seus documentos, escritório e executar projetos tinham dificuldade para colocar seus documentos, agendas e projetos em pratica e comecei a oferecer os meus conhecimentos na área de organização. Como a organização já fazia parte da minha vida desde que resolvi ser secretáriaa 20 anos atrás organizar arquivos, fazer planilhas, festa de fim de ano, e mudanças inclusive fiz 4 mudanças nas empresas em que trabalhei, era fácil ajudá-los.

Quando resolvi que iria entrar no mercado para organizar a vida das pessoas fui em busca de aprendizado e conhecimento, por que organizar para amigos é muito mais fácil não existe cobrança, mas a partir do momento que você virá um profissional em qualquer área existe a necessidade do conhecimento e até mesmo a gestão de tudo que a área exige. E hoje estou no mercado 6 anos!

 

5) Kalinka: O que é necessário para se tornar uma personal organizer?

Débora: Disposicão, dinaminismo, flexiilidade, conhecimento e muto bom senso.

O trabalho de um personal organizer e fazer com que o dia-a-dia das pessoas seja mais leve e agradável. Não existe um modo de organização correta e sim o método certo para aquele momento que a pessoa está passando e a empresa também. Muitas vezes os métodos mais antigos servem para uma empresa em desenvolvimento basta somente aplicá-lo de maneira assertiva.

Em organização não existe certo ou errado, existe sim o arrumar e organizar que são coisas bem diferentes e junto com tudo isso existe o desapego das coisas matérias e também o de pessoas e esse é um dos mais difíceis do cliente aceitar. Ser personal organizer é transformar vidas!

Arquivo Pessoal

 

 

6) Kalinka: Onde atua o personal organizer? Há mercado para a profissão? Como é cobrado o valor?

Débora: O Personal Organizer pode atuar em residências ou empresas. Alguns profissionais também trabalham com Consultoria. Os serviços oferecidos hoje por um personal organizer é imenso por isso há espaço para todos. É só se especializar e mãos a obra. Eu cobro por projeto ou por hora tudo depende de cada caso.

 

 

7) Kalinka: Cite 3 coisas boas e 3 ruins de ser uma personal organizer?

Debora:

Coisas boas

  1. Transformar a vida das pessoas
  2. Levar bem estar
  3. Aprender muito com o cliente e parceiros

Coisas Ruins

  1. Fazer com que o cliente entenda que a organização é um processo e um estilo de vida
  2. Ter que lidar com concorrencia amadora, profissionais que não se qualificam e acabam machando a profissão
  3. Cliente e parceiros sem ética, que não pagam, que marcam e não te atendem, pessoas que só tomam o seu tempo.

 

8) Kalinka: Dê alguma dica de organização ou conselho para nossos leitores:

Debora: Dica da Coach e Personal Organizer é:

  • Organizar-se e se qualificar para ser personal organizer
  • Atualizar-se sempre!
  • Ler
  • Fazer parceria na área
  • Ficar sempre atenta as mudanças
  • Pesquisar sempre novos produtos

 

9) Kalinka: Indique algum produto de organização que acha essencial ter:

Debora: bem, como trabalho mais na área coorporativa uma boa rotuladora (etiquetadora) e uma boa agenda sempre a mão.  

 

Arquivo Pessoal

Gostou do trabalho da Debora? Além de personal organizer ela é coach de carreira e pessoal. Conheça o trabalho dela: 

www.organizup.com.br

Facebook

Instagram

 

 

 

Assinatura