Para receber atualizações e novidades:

Blog

Entrevista com a personal organizer: Fernanda Sarruf

06 de Fevereiro de 2017 Kalinka Carvalho

Hoje recebo com grande carinho a personal organizer Fernanda Sarruf proprietária na empresa que leva seu nome. Sou uma grande admiradora do trabalho dela e hoje saberemos um pouco mais sobre a sua história. Ela é do Rio de Janeiro e oferece diversos serviços como: organizaçāo residencial, mudança, assessoria para recém-casados, organizaçāo digital, consultoria presencial e online e ainda realiza workshops. 

 

Fernanda Sarruf é organizadora profissional e ao contrário de muitas outras profissionais, ela nāo é organizada desde pequena. Sua formação inicial é em Paisagismo e sempre amou Arquitetura, Design de interiores e afins, no entanto, outras razões a levaram a trabalhar na área comercial de uma grande seguradora durante alguns anos. Nesta época fez um MBA e se especializou em gestão empresarial.  A organização surgiu em sua vida em 2013 quando ela começou a sentir que precisava otimizar seu tempo, o espaço e aumentar a sua produtividade. Nesta época  fez o seu primeiro curso de organização, no Senac e descobriu um universo novo. Em 2014 se especializou em Organizaçāo Residencial pela Seja Personal Organizer. Em 2015 fez duas especializações, sendo a primeira em Treinamentos e Rotinas Domésticas com a empresa AFDuo e a segunda em Organização Digital com a especialista Gabriela Brasil. Foi dai em diante que ela mudou sua  vida pessoal tendo mais controle sobre as suas coisas, mais conforto e mais tempo disponível, e a sua vida profissional, assumindo uma carreira que a realizava, principalmente por poder colaborar com a mudança na vida de outras pessoas.

 

 

 

1) Kalinka: O que é uma personal organizer?

Fernanda: Personal Organizer é um profissional especializado em organização, que tem como principal objetivo ajudar as pessoas a otimizarem sua vida, seus espaços, seu tempo, sua rotina, de forma totalmente personalizada. 

 

 

2) Kalinka: Como funciona o trabalho de uma personal organizer?

Fernanda: A personal organizer pode atuar em organizações presenciais, consultorias online ou presenciais ou ainda com palestras ou workshops.

A organização ou consultoria presencial começa com uma visita técnica, onde colhemos informações para elaboração de uma proposta. Traçamos o perfil do cliente, analisamos as angústias, necessidades e expectativas deles em relação ao nosso trabalho. Proposta enviada e aprovada, é dado inicio a execução do projeto. No caso da organização, inicialmente é feita uma triagem, de preferencia junto com o cliente, onde são definidas as prioridades, descartes, e propostas as soluções. Em sequência, são colocadas em prática as soluções aprovadas e a organização acontece! No caso da consultoria, é feita nova visita com objetivo de traçar as diretrizes e soluções, para a cliente colocar a "mão na massa" e executar o projeto. A consultoria online segue os principio da consultoria presencial, porem com todo o processo a distância.

As palestras e workshops tem como principal objetivo levar os conceitos e técnicas de organização para um número maior de pessoas, que queiram aprender sobre o assunto e aplicar na sua vida.

 

 

3) Kalinka: Quem são as pessoas que precisam de uma personal organizer?

Fernanda:  Pessoas organizadas, porem sem tempo para solucionar as questões que as incomodam.

Pessoas sem habilidades para organização.

Pessoas desorganizadas que percebem o caos que isso pode trazer e decidem mudar.

Pessoas que buscam mais qualidade de vida, mais conforto, mais tempo, mais produtividade. 

 

 

4) Kalinka: A quanto tempo você trabalha como personal organizer? Porque resolveu ser personal organizer? O que mais gosta de organizar?

Fernanda:  Sempre me achei organizada, mas descobri que na verdade eu era arrumadinha. Rs Em 2013, buscando me organizar, ter mais controle sobre as minhas coisas e mais espaço, descobri a profissão. Me apaixonei, entrei de cabeça nesse universo e fiz inicialmente 2 cursos de formação. Nessa época eu trabalhava em uma grande empresa e mantive por um ano as duas atividades. Em 2015, já totalmente focada no universo da organização, decidi me dedicar integralmente a profissão que eu escolhi. De lá pra cá, fiz outros cursos de especialização e posso dizer que me realizei profissionalmente. Eu amo organização residencial, organização de documentos e organização de mudanças, mas me encanta, e é um prazer trabalhar, com qualquer forma de organização. Me realiza perceber a diferença que a organização causa na vida das pessoas.

 

 

5) Kalinka:  O que é necessário para se tornar uma personal organizer?

Fernanda: Acredito que a principal coisa seja, acreditar, de coração, nas mudanças que a organização pode provocar na vida das pessoas. Isso é fundamental! A parte prática envolve cursos de formação, pesquisa e atualização constante, tanto na área de organização, quanto nas tantas áreas que existem em uma empresa. 

Fonte: Arquivos Pessoal da Fernanda

 

 

6) Kalinka: Onde atua o personal organizer? Há mercado para a profissão? Como é cobrado o valor?

Fernanda: O Personal organizer pode atuar em muitos nichos. Organização residencial, corporativa, documentos, digital, fotografias, coleções, mudanças, recém casados, pós luto, treinamentos de empregados, consultorias, palestras e workshops, gestão de tempo e produtividade...

O mercado para essa área existe e esta pleno crescimento. Muitas pessoas ainda acreditam que esse é um serviço de luxo e poucos podem pagar. Eu defendo que a organização é para todos! Existem produtos (organização, consultoria, workshop) para todos os bolsos e perfis de cliente.

O cliente recebe uma proposta com o valor integral do projeto, e este é calculado com base nas horas trabalhadas, tipo de organização e complexidade. Na proposta é definido também um prazo de execução do projeto.

 

 

7) Kalinka: Cite 3 coisas boas e 3 ruins de ser uma personal organizer?

Fernanda:

Coisas boas: Contribuir com uma mudança real na vida das pessoas, a possibilidade de aprendizado constante, pois cada caso é único, ter um horário flexível de trabalho.

Coisas ruins: Não ter salário fixo, benefícios e tal (mal de qualquer empreendedor), lidar com a poeira e ambientes sujos (as vezes acontece), a falta de regulamentação da profissão no Brasil.

 

 

8) Kalinka: Dê alguma dica de organização ou conselho para nossos leitores:

Fernanda: Uma boa organização começa com planejamento. Vejo muitas pessoas que, na tentativa de organizar um espaço, compram várias caixas e produtos organizadores, sem planejamento algum.

Minha dica é: Comece entendendo o que você tem, descartando o que não te interessa, o que não tem uso e o que não te faz feliz. Fique somente com o que é de fato importante pra você. A partir dai, você poderá traçar um plano de organização eficiente pra você!  

 

 

9) Kalinka: Indique algum produto de organização que acha essencial ter:

Fernanda: Caixas são maravilhas da organização. Caixas transparentes então, melhor ainda. Existe uma variedade enorme de modelos e tamanhos, e elas servem pra organizar qualquer coisa, desde o closet até o escritório.

Fonte: Arquivo Pessoal

 

www.fernandasarruf.com.br

Email: contato@fernandasarruf.com.br

Tel: (21) 99508-4939

Facebook 

Intagram

Youtube

 

Assinatura