Para receber atualizações e novidades:

Blog

Entrevista com a personal organizer: Lucy Mizael

25 de Abril de 2016 Kalinka Carvalho

Hoje a entrevistada é Lucy Mizael, personal organizer, especialista em limpeza e economia doméstica. Acompanho o trabalho dela há muito tempo, sempre com ótimas dicas de limpeza e organizaçāo para facilitar o nosso dia a dia. Ela representa a mulher moderna e multitarefa. Vamos conhecê-la melhor? 

 

 

 

Lucy Mizael é personal organizer, palestrante, consultora da TV Globo/ES, comentarista da rádio CBN ES, rádio Globo/BH, colunista da Revista AG Jornal A Gazeta ES. Além destes é colaboradora de inúmeras revistas, jornais, sites e rádios no Brasil. Suas técnicas, soluções e dicas de organização e economia doméstica são compartilhadas no site dicasdalucy.com.br.

 

 

 

1) Kalinka: O que é uma personal organizer? 

Lucy: Um profissional que, através de sua técnica de organização, promove o bem estar das pessoas. Esse bem estar está diretamente ligado à comodidade, facilidade e praticidade. Afinal, em tempos de tantos afazeres, chegar em casa e poder desfrutar de tempo livre é um luxo! 

 

 

2) Kalinka: Como funciona o trabalho de uma personal organizer?

Lucy: Resumidamente:

  • Trabalha prospecção de cliente em anúncios e rede social
  • Faz avaliação/orçamento e vende seu serviço, suas soluções.
  • Planeja o trabalho - roteiro, compras, encomendas
  • Executa o serviço 
  • Manutenção (eu só faço se o cliente solicitar em um prazo de até 90 dias)
  • Avaliação / feedback do cliente por escrito
  • Fidelização do cliente - importantíssimo para manter a carteira de cliente

 

 

3) Kalinka: Quem são as pessoas que precisam de uma personal organizer? 

Lucy: Qualquer pessoa pode em determinado momento da vida precisar da ajuda de um personal organizer. A vida é mutável e mesmo uma pessoa muito organizada às vezes não dá conta de manter a casa ou o escritório organizados.

Percebo que existem alguns perfis de clientes:

  • o organizado que, por algum motivo anda sem tempo de deixar a casa em ordem (Ex.: executivas (os), pessoas que viajam muito, trabalham muito e dedicam quase que o tempo integral de suas vidas ao trabalho; chegada do bebê, desfalque na equipe doméstica, muitos membros desorganizados para uma unica pessoas organizada e que não consegue impor a ordem na casa);
  • o que gosta de organização, mas não sabe organizar;
  • o que gosta de organização, mas não deseja organizar e prefere contratar um profissional;
  • ss que têm uma vida minimamente organizada mas acabam deixando o caos se instalar em um cômodo e precisam de ajuda para resolver o problema;
  • mulheres que foram criadas para o business, não sabem gerenciar uma casa e se casam com homens extremamente exigentes quando o assunto é limpeza e organização da casa e
  • acumuladores e compradores compulsivos.

 

 

4) Kalinka: Há quanto tempo você trabalha como personal organizer? Porque resolveu ser personal organizer? O que mais gosta de organizar?

Lucy: Sou PO desde 2008. Minha paixão é por louça e itens da cozinha. Amo organizar despensa, geladeira, cozinha, louceiro, cristaleira. Não me canso e quando termino sento na frente dos armários e fico babando, contemplando minha obra de arte. rsrsrsr

Sou formada em Turismo e estava insatisfeita com a profissão. Um dia, assistindo ao programa “Mais Você” da Ana Maria Braga, vi uma moça dando dicas, ela era PO. Achei interessante, não sabia que existia essa profissão. Comentei com amigas que me motivaram a buscar um curso e inclusive fizeram o curso na OZ! comigo, fomos sócias por um ano. Logo após o curso, criei um site (hoje extinto), fiz uns cartões de visita e fui à luta, divulgando para amigos e colegas. Pedi demissão e fui viver de economias. Meus clientes vinham da internet e bem depois começaram a surgir os clientes indicados (boca a boca). Sou uma das precursoras aqui em Vitória, ES e por isso foi muito difícil. Até hoje as pessoas não sabem o que um PO faz, imagine em 2008? Dava tanta dica de economia doméstica que montei um curso para domésticas. Foi um sucesso inédito aqui no ES. De lá pra cá me aperfeiçoei (fazendo é que se aprende). Os meios de comunicação me descobriram (eu dei uma ajudinha mandando e-mail para os contatos do jornal). Quando era convidada para fazer algo na TV, produzia a pauta e sempre tinha disponibilidade. A TV gostou, passei pela Record/ES e fui para Globo/ES, onde estou desde 2011. Tornei-me uma estudiosa dos assuntos domésticos, ministro cursos e palestras em todo o Brasil.

 

 

5) Kalinka: O que é necessário para se tornar uma personal organizer? 

Lucy: Versatilidade. Você precisa saber organizar (oferecer soluções), vender seu serviço (preço, carisma, etica, seriedade). É necessário também ser bem relacionada e ter preparo físico.

Fotos de Jansen Lube Fotografia

 

 

6) Kalinka: Onde atua o personal organizer? Há mercado para a profissão? Como é cobrado o serviço? 

Lucy: Mercado amplo - organização de casa e escritório, cursos e palestras - organização, gerenciamento do tempo, economia doméstica. Você pode por exemplo, entrar no ramo da profissionalização de PO's ou na capacitação de empregadas domésticas. Pode atuar com eventos, recepções, montagem de mesa. Manter-se no mercado depende de vários fatores como qualquer atividade. Os serviços podem ser cobrados por hora, diária ou projeto e vai depender da região e dos custos fixos e variáveis, além do seu prestigio (que será construído ao longo de sua jornada)

 

 

7) Kalinka: Cite 3 coisas boas e 3 ruins de ser uma personal organizer?

Lucy: Boas

  • Possibilidade de proporcionar o bem-estar para as pessoas
  • Oportunidade de trocar experiências e conhecer diferentes modos de vida, lugares e pessoas 
  • No meu caso, trabalhar com o que amo

Ruins

  • Cansativo, 
  • Muitas vezes lidamos com poeira, mofo, insetos, calor excessivo

 

 

8) Kalinka: Dê alguma dica de organização ou conselho para nossos leitores: 

Minha dica de organização é: O lar é sagrado e merece ser cuidado. Dedique um tempo para organizar e mantenha fazendo revisões e evitando o caos. Diariamente ajeite algum espaço, gaveta, nicho. Duas vezes por ano tire um ou dois dias para fazer uma limpa, doar, descartar, faxinar. 

Outra dica: Quando olhar para algo ou algum lugar e aquilo te incomodar, resolva! No máximo abra a agende. Determine um prazo para resolver aquilo. Procrastinar é péssimo para nossa mente, cansa.

Tenha apenas o que usa e realmente precisa, o que facilita e muito a sua vida. Compre consciente.  Outra coisa, cabeça não é agenda nem bloco de notas por isso escreva, liste e agende suas tarefas. Eu sei que trabalhar, cuidar da saúde, dos filhos e da vida como um todo é difícil. Mas acredite, é possível ter uma vida organizada e experimentar seus benefícios.

 

 

 

9) Kalinka: Indique algum produto de organização que acha essencial ter:

  • Cestas para agrupar tempero, produto de limpeza, miudezas na despensa.
  • Colmeias/ divisórias nas gavetas de roupa intima e de talheres.
  • Cabides padronizados
  • Bandeja organizadora de bijoux
  • Organizadores de maquiagem 

 

Na 1ª Conferência Personal Organizer Brasil tive a honra de conhecê-la pessoalmente: 

Foto de Lucy Mizael e Kalinka Carvalho na 1ª Conferência Personal Organizer Brasil 

 

Para acompanhar as dicas da Lucy acesse suas redes sociais:

www.dicasdalucy.com.br

Tel: (27) 98167-3414

Fabebook

Instagram 

You tube

 

 

Assinatura