Para receber atualizações e novidades:

Blog

Entrevista com a personal organizer Renata Muniz

08 de Junho de 2015 Kalinka Carvalho

Hoje temos mais uma entrevistada super especial, Renata Muniz, da Tudo em Ordem e Sem Bagunça. Posso dizer que acompanho o trabalho dela a muito tempo pela internet. Fiquei muito feliz por ela ter aceito o convite e mais do que isso, como ela me respondeu rápido. Ela é uma fofa, além de ter um blog, ela também ministra cursos das regiões de Brasília e Goiânia. 

 

Renata Muniz se formou em análise de sistemas em 1997 e se tornou personal organizer em fevereiro de 2008, pela OZ! Organize sua vida. É sócia pioneira da ANPOP (Associação Nacional dos Profissionais de Organização e Produtividade) e proprietária da empresa Tudo em ordem sem Bagunça Soluções em Organização de Ambientes. Trabalha há sete anos com organização residencial e empresarial em Brasília-DF, além de promover Palestras e Workshops de Organização Residencial. Como consultora de organização, ela gosta de estar sempre atualizada passando dicas e informações para as pessoas que gostam, se interessam ou queiram ser organizadas.

 

1. Kalinka: O que é uma personal organizer?

Renata: É um profissional qualificado para organizar o dia a dia das pessoas, seja em suas casas ou escritórios.

 

2. Kalinka: Como funciona o trabalho de uma personal organizer? 

Renata: A primeira etapa é um briefing com o cliente para conhecer seus hábitos, analisamos o espaço a ser organizado explicando cada etapa da organização e propomos melhorias, caso aja necessidade indicamos produtos organizadores adequados aquele ambiente. Depois calculamos o tempo e o custo para execução do serviço e o custo.

 

3. Kalinka: Quem são as pessoas que precisam de uma personal organizer?

Renata: Pessoas que não conseguem manter a organização da casa ou no escritório, que estão mudando ou sofrem da síndrome do ninho vazio etc.

 

4. Kalinka: A quanto tempo você trabalha como personal organizer? Porque resolveu ser personal organizer? O que mais gosta de organizar?

Renata: Trabalho há 8 anos. Eu sempre fui uma pessoa muito organizada. Gostava de arrumar a casa das pessoas e muitas delas diziam que eu deveria fazer disso uma profissão, eu achava inviável, mas pesquisei sobre o assunto, me qualifiquei e insisti no meu objetivo. Adoro pós-mudanças e home offices.

 

5. Kalinka: O que é necessário para se tornar uma personal organizer?

Renata: Qualificação, disciplina, leitura, dedicação e preparo físico e emocional.

 

6. Kalinka: Onde atua o personal organizer? Há mercado para a profissão? Como é cobrado o valor?

Renata: Eu acho que o mercado está em expansão. No começo não há renda fixa, alguns meses são cheios de trabalho e outros não tem nenhum cliente dependendo do Estado que você more, muita gente nunca ouviu falar sobre a profissão é difícil fazer parcerias. O valor pode ser cobrado por: hora, pacote ou dia vai depender da demanda.

 

7. Kalinka: Cite 3 coisas boas e 3 ruins de ser uma personal organizer?

Renata: As boas, trabalhar com que gosto, horários flexíveis e melhorar vida das pessoas por meio da organização. As ruins são: clientes muito resistentes, plágio de alguns trabalhos e pessoas não capacitadas.

 

8. Kalinka: Dê alguma dica de organização ou conselho para nossos leitores:

Renata: eu adoro livros de organização sempre aprendo uma coisa nova. Também baixo alguns aplicativos, eles organizam bastante a minha vida.

 

9. Indique algum produto de organização que acha essencial ter:

Colmeias organizadoras e rotuladoras.

  

 

Quer saber mais sobre o trabalho da Renata? Abaixo segue os contatos:

E-mail: contato@tudoemordemsembagunca.com

www.tudoemordemsembagunca.com

Facebook 

Assinatura