01

Entrevista com o Personal Organizer Digital e Photo Organizer Leandro Pereira

sexta-feira, 25 de junho de 2021

 

Faz tempo que nāo trago entrevistas por aqui no blog, entāo vamos retormar as entrevistas de um jeito muito especial. Sempre me perguntam se existe homens na profissāo de personal organizer, sāo poucos ainda, mas eles existem sim, entāo hoje trouxe um profissional muito dedicado que fala de organizaçāo digital e produtividade assim como eu e também faz uma organizaçāo pouco explorada ainda no mercado a de fotos digitais. 

 

Leandro Pereira, 33 anos, formado em Segurança da Informação na área de Tecnologia de Informação. Trabalhou por 14 anos na empresa Canon, na área de impressão. Após minha saída, passei a atuar na Organização Digital, logo depois como PhotoOrganizer e hoje além de atuar na Organização Digital tenho me dedicado ajudar as pessoas a aumentarem sua produtividade e melhoria da qualidade de vida por meio da organização pessoal.

 

Kalinka: 1. O que é um personal organizer?

Leandro: Uma personal organizer é um profissional capaz de promover soluções de organização para uma casa ou escritório. Dentro desse nicho, existem outros sub-nichos, como organização digital e photoorganizer. Vou focar nesses dois sub-nichos dos quais eu atuo. Na organização digital o profissional promove soluções para ambientes digitais desorganizados desde arquivos no computador até arquivos em nuvem e/ou em smartphones. Na organização de fotos digitais, como Photo Organizer, o objetivo é promover soluções que ajudem as pessoas a ter o controle de suas memórias digitais muitas vezes espalhadas em vários dispositivos, e permitir que essas imagens estejam seguras e de fácil acesso.

 

 

Kalinka: 2. Como funciona o trabalho de um personal organizer?

Leandro: A primeira coisa é uma visita técnica. No nicho de organização digital essa visita pode ser feita por videoconferência. Durante essa etapa do processo é possível entender o grau de desorganização do ambiente digital e como a pessoa se sente com isso.
Depois dessa análise é feito uma proposta que depois de aprovada o serviço pode ser executado de duas maneiras: realizado no espaço do cliente ou remotamente. Realizar o serviço no espaço do cliente te permite uma execução melhor do serviço além de um acompanhamento mais próximo do mesmo. Quando o serviço é de apenas organização das fotos, depende da natureza delas, onde elas se encontram. Se estiverem em "nuvem" é possível acessá-las sem a necessidade de se deslocar até o cliente e assim organizar no próprio espaço. Mas na maioria dos casos é feito o deslocamento até o cliente, e em um HD externo é realizado a coleta das fotos onde são organizados em espaço próprio. Após todo o serviço, as fotos agora organizadas são entregues ao cliente junto com recomendações e boas práticas.
Depois de algum tempo em ambos os nichos existe a manutenção, a frequência vai depender do volume das fotos ou do volume de arquivos digitais.

 

 

Kalinka: 3. Quem são as pessoas que precisam de um personal organizer?

Leandro: Acho que todas as pessoas precisam de pelo menos uma orientação de um profissional de organização.
Dependendo do nicho de atuação as dores podem variar, mas as características das pessoas que procuram algum tipo de serviço de organização geralmente são:

  • Se sentem sobrecarregadas com a desorganização física ou digital,

  • Não sabem por onde começar,

  • Pessoas que dizem não ter tempo para se dedicar a uma organização.

Fonte: Arquivo Pessoal

 

 

Kalinka: 4. A quanto tempo você trabalha como personal organizer? Porque resolveu ser personal organizer? O que mais gosta de organizar? 

Leandro: Minha primeira cliente foi em 2020. Estou no meu segundo ano nessa área. Após o término da minha carreira em uma empresa de impressão e fotografia decidir me dedicar a essa área de organização com um empurranzinho da minha esposa que é personal organizer. Desde então tenho procurado me atualizar, conhecer melhor a área e maneira de trabalhar. A área que mais me agradou no início foi a Organização Digital e, ao buscar mais informações sobre o assunto, encontrei diversas referências à Gabriela Brasil. Ela foi e continua sendo minha grande inspiração nessa área. A partir daí continuei investindo em cursos e equipamentos para aprimorar meu conhecimento e ao mesmo tempo oferecendo atendendo alguns clientes oferecendo soluções para uma vida digital organizada. Depois disso quis "nichar" ainda mais essa área de Organização Digital e me especializei em organização de fotos (PhotoOrganizer). Com a ajuda da Adriana Baltar, de Brasília, conheci como funciona o trabalho e comecei atender meus primeiros clientes na área. Hoje faço parte junto algumas profissionais da Associação The Photo Managers dos EUA. Hoje realizo atendimento tanto para organização digital como apenas para organização de fotos, além de ajudar pessoas em outros aspectos de organização pessoal.

 

 

Kalinka: 5. O que necessário para se tornar um (a) personal organizer?

Leandro: Principalmente gostar do que faz e ter dedicação.
Segundo uma boa comunicação e empatia pois cada projeto é uma pessoa diferente com dores diferentes.
Terceiro, não menos importante, o conhecimento e se atualizar constantemente principalmente dentro do nicho digital onde as coisas mudam da noite para o dia.
Além disso citado, recomendo bons equipamentos tanto no ambiente físico como digital.

 

 

Kalinka: 6. Onde atua o personal organizer? Há mercado para a profissão? Como cobrado o valor?

Leandro: Hoje uma personal organizer pode atuar em áreas diferentes. O mercado é novo no Brasil, e vem crescendo constantemente principalmente o digital. Na área de Photo Organizer temos por enquanto 5 profissionais afiliados a Associação nos EUA, então é uma área que está engatinhando no Brasil e uma grande oportunidade de crescimento. O preço varia de profissional para profissional e de região para região. O mais comum que eu vejo é cobrar por projeto ou hora trabalhada. No nicho de PhotoOrganizer, por exemplo, alguns profissionais cobram por foto, outros por volume (GB), projeto ou hora trabalhada.

 

 

Kalinka: 7. Cite 3 coisas boas e 3 ruins de ser um (a) personal organizer?

Leandro: 

  • Boas

  • Trabalhar em algo que você gosta,

  • Gerar valor e mudança na vida das pessoas por meio da organização,

  • Ter controle da sua agenda o que permite certa autonomia do seu tempo.

    Ruins:

  • Dificuldade em começar do zero,

  • Falta de reconhecimento e, consequentemente, dos benefícios

 

Fonte: Arquivo Pessoal

 

 

Kalinka: 8. Dê alguma dica de organização ou conselho para nossos leitores:

Leandro: Conselho: A organização é uma habilidade ao alcance de todos. Mas assim como para aprender qualquer nova habilidade é necessário disciplina e esforço.
Dica: Sempre faça backup dos seus arquivos. O que recomendo é que você tenha sempre um backup dos arquivos mais sensíveis ou importantes em pelo menos dois lugares além do seu computador, pois se algo de errado acontecer, você não perderá os arquivos mais importantes. Quando isso acontece com fotos, a dor é maior ainda. Parte da sua história ou das pessoas que você ama podem deixar de existir.

 

Kalinka: 9. Indique algum produto de organização que acha essencial ter:
Leandro: Uma Agenda e uma Lista de Afazeres. Para mim é o primeiro passo para uma vida organizada.

 

www.leandrophotoorganizer.com.br

Instagram 

11 97202-6736

 

Carregando os comentários...

Para receber atualizações e novidades

Redes Sociais

Aplicativo

iOS / iPhone: Toque no ícone e adicione na sua home.

Android: Toque na notificação que solicita a instalação do app.