01

Home Office: 8 dicas de como aumentar a produtividade

Sexta-feira, 12 de Junho de 2020

(Fonte: Freepik) 

 

No artigo de hoje vamos lhe ajudar a aumentar a produtividade no home office, para que assim você possa ter melhores resultados trabalhando em casa. Afinal, sabemos que não é tão simples pôr a mão na massa em um ambiente diferente do que estamos acostumados, como acontece em escritórios de empresas. Mas, nada impede que possamos ter um bom desempenho, sendo super ativos, motivados e organizados. Porém, para que isso aconteça é necessário levar em consideração alguns pontos. Abaixo Abaixo listamos todas as considerações de como aumentar a produtividade no home office. 

 

 

1. Entenda seu trabalho 

O primeiro passo é você compreender o seu trabalho mensal. Não importa quais sejam os serviços que você faz em casa, entender quais são as metas mensais e os objetivos é primordial para que você possa criar uma rotina qualificada e produtiva. Afinal, como saber o que precisa ser feito no curto prazo, se não há algo no longo prazo estipulado? Pois é. Por conta disso, procure sempre estudar tudo que deve ser concluído em um mês para que você tenha uma visão aprofundada do que deve ser feito. Abaixo um vídeo meu falando sobre como transformar objetivos em METAS: 

 

 

2. Estipule metas diárias

Ao compreender o que deve ser feito ao longo do mês, você poderá muito bem dividir o seu trabalho para as necessidades diárias. Isto é, poderá dividir o total pelos dias que você deseja trabalhar todos os meses. Dessa maneira, não terá aquela confusão do que deve ser feito hoje, amanhã ou semana que vem. Afinal você já terá um mapeamento de todas as suas obrigações, e poderá se dedicar ao que for mais coerente no momento (especialmente em caso de prazos). Veja abaixo um vídeo de como eu organizo minha tarefas: 

 

 

3. Crie uma rotina de horários

Depois que você compreender quais são as metas do mês e de cada dia, chegará o momento de estipular os seus horários. Pode ser que no começo ainda seja um pouco confuso estipular o que será feito em determinado tempo, e apenas a prática, durante alguns dias, lhe apresentará mais informações quanto a isso de um modo coerente. Quando você compreender a demanda de trabalho e o tempo para desempenhar cada tarefa diária, se tornará tudo mais fácil. Com isso, crie o horário de começar, pausar e findar o seu trabalho. Tenho post aqui no blog explicando a técnica pomodor e vídeo no canal: 

 

 

4. Não se esqueça das pausas

Como mencionamos acima, é essencial que você crie uma rotina, mas, dentro dela, você deve incluir as suas pausas. Isto é, não tente apostar em uma atividade sem nenhum tipo de interrupção, pois isso poderá simplesmente desgastar as suas energias em pouco tempo. Tendo em vista que o nosso cérebro só consegue se concentrar ininterruptamente por apenas 50 minutos, tentar manter o foco total depois deste período não é uma boa ideia. Isso porque o trabalho não irá render e você ainda se sentirá desgastado, cansado e possivelmente mais propício a erros. Porém, é claro que você não precisa parar a cada 50 minutos, mas sim, criar pequenas distrações de foco, como ouvir uma música, assistir um vídeo, ou simplesmente levantar da cadeira e se alongar. Entretanto, não se esqueça da importância de investir nas pausas maiores também. Isso inclui almoço e lanches. Estes períodos para se alimentar e “esticar as pernas” são essenciais para manter a motivação.

 

 

5. Alimente-se e durma bem

Quem não se alimenta ou não dorme bem não consegue manter o foco por muito tempo em apenas alguma coisa. Além disso, a irritabilidade pode aparecer durante o expediente. Por conta disso, experimente manter uma rotina de alimentação (inclusive horário das refeições) e de sono bem regulada. Assim você estará cuidando da sua saúde física e, automaticamente, impacta na sua saúde mental. Desse modo, torna o home office mais produtivo e efetivo.

 

 

6. Tenha uma agenda e um gerenciador de tarefas: 

Lembra que acima comentamos da importância de você criar as suas metas diárias? Pois é. Além de tê-las em mente, é essencial que você traga isso para o visual. Afinal, em um dia cansativo é bem possível que você se esqueça de algo importante. Por conta disso, procure utilizar sempre uma agenda e/ ou um planner patra marcar seus compromissos e um com checklist  ou gerenciador de tarefas para que mantenha a sua rotina dentro dos eixos. Assim, você vai marcando concluída cada tarefa que você termina. Dessa maneira, além de não se esquecer de datas importantes, você ainda impulsiona o seu dia, tendo em vista que visualizar as tarefas riscadas causa mais motivação e gera mais energia para o dia a dia.

 

 

7. Não aceite trabalho além da conta

Um erro muito comum que pessoas que trabalham no home office cometem, especialmente se não possuem um chefe, por exemplo, é o caso de aceitar trabalho além do que ela é capaz de finalizar e entregar.  Com isso, vai sobrecarregando cada vez mais o seu dia a dia, gerando um desgaste desnecessário. Além de tornar a rotina pesada, causa diversos impactos na sua vida. Sendo eles:

  • Cansaço mental, já que você notará que trabalha muito e parece que nunca conclui nada.
  • Sensação de perda de controle, que pode gerar diversos efeitos, como ansiedade e estresse.
  • Desmotivação, uma vez que você nota que há a aparência de que você nunca consegue terminar nenhum trabalho importante.
  • Cansaço excessivo e falta de vontade, que inibe você de ser produtivo no seu trabalho.

Desse modo, mais antes entregar 10 trabalhos e se sentir leve, com a saúde mental em dia, do que entregar 15, tendo que entregar 16 e se sentir incapaz e sempre com algo pendente. É importante compreendermos que começar e terminar algo é essencial para o equilíbrio da nossa motivação e bem estar.

 

 

8. Espaço reservado e adequado

Outro cuidado essencial no trabalho home office é o de preparar um espaço reservado e adequado para desempenhar as suas atividades. Isto é, nada de apostar no uso do notebook na cama, hein? Isso porque este tipo de atitude pode gerar um conflito mental enorme no seu cérebro. Pois, pare e pense: o seu quarto costuma estar associado ao descanso, correto? Por conta disso, é essencial que esta “visão” deste espaço se mantenha. Caso contrário, se você passar o dia na cama, trabalhando, a noite o seu cérebro não saberá se deve se manter ativo ou em repouso, neste mesmo local. E, das duas, uma:

  • Ou você sentirá que está trabalhando sonolento; ou
  • Sentirá que a noite está mais ativo do que nunca, sofrendo com quadros de insônia, por exemplo.

Por isso, reserve um espaço específico em sua casa para trabalhar. Garanta, desse modo, que você “chegue” no trabalho e “saia” do mesmo no fim do dia. Pois apenas dessa maneira poderá ter aquela sensação de dever cumprido. Por fim, não se esqueça de conversar com a sua família e estabelecer limites quanto a esse espaço. Para que assim, eles saibam que não podem entrar e sair dali, e tampouco ficar querendo conversar com você. Mas sim, faça-os entender que durante o trabalho, é como se você não estivesse em casa. Home office pode ser produtivo sim!

 

O home office pode sim ser muito produtivo e promover muitos resultados positivos. Mas, para isso, é essencial que você considere diversos pontos importantes. Para tanto, aposte em nossas dicas para ter resultados ainda mais interessantes. Que visitar meu home office? 

 

 

 

Esse post foir feito em parceria com Nada Frágil acesse e fique por dentro de tudo sobre estilo de vida, moda, negócios, saúde e beleza feminina. 

 

Para receber atualizações e novidades

Redes Sociais

Aplicativo